Tamanho da Fonte: A+ | zerar | A-

Prefeito Ivanildo Paiva negocia reajuste salarial dos servidores da Educação

Tratativas foram debatidas ontem durante reunião



O prefeito Ivanildo Paiva, acompanhado do secretário de Educação, Ires Carvalho, recebeu nesta segunda-feira, 11, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Sinteed) para continuar tratativas de negociação salarial dos servidores da Educação.

Na ocasião, ele explicou a situação financeira do município, baseado nas transferências dos recursos do Fundo de Participação do Município (FPM) e do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Município oferece reajuste de 6% sobre o salário de todos os servidores do Magistério da Secretaria Municipal de Educação, Semed, retroativo a abril de 2018.

Além disso, o município garantiu que servidores do Magistério com jornada de 40 horas semanais receberão vencimento de acordo com o piso salarial nacional do Magistério Prefeitura também concederá reajuste de 6% a todos os servidores da Assessoria Educacional, incluindo Psicólogos e Assistentes Sociais.

O prefeito Ivanildo Paiva autorizou na reunião fixar o valor do vale ticket alimentação dos servidores efetivos da educação da seguinte forma: professores, diretores de escolas, técnicos de educação, reajuste em 3% passando a praticar o valor de R$ 184,55, retroativo a abril deste ano.

Também equipara a partir de 1º de junho deste ano o valor do vale ticket dos auxiliares de serviços gerais: vigias, zeladores, merendeiras, auxiliares administrativos, secretários de unidade escolar, auxiliar de copa e cozinha, assessoria educacional e demais cobertos pelos 40% do Fundeb com o dos 60% passando a praticar o valor em R$ 184,55.

“Ressaltamos que a equiparação no valor do ticket alimentação entre professores, zeladores, vigias e merendeiras supri um sonho antigo da categoria, sendo atendido na gestão do prefeito Ivanildo Paiva”, disse ele, que o governo municipal não tem medido esforços para valorização dos servidores da educação em modo geral.

O secretário de Educação, Ires Carvalho, esclareceu que em relação ao incentivo funcional de 9%, incentivo de sala de aula de 7,5%, da gratificação pelo exercício da docência com alunos com necessidades especiais de 7% e do adicional de difícil acesso de 13,5% já são reajustados automaticamente com o aumento do salário. “Todos esses benefícios estão ‘embutidos’ no salário”, concluiu.